Imagem via Sweets Indeed

Criança é tudo de bom!
Faz festa sozinha, com a gente, com a vida.
Dá trabalho de montão, mas, junto com tanta alegria, até parece diversão.
De manhã, bem cedinho, vai ganhando espaço entre nossos lençóis.
Faz a gente lembrar do cansaço. Mas… com um sorriso nos lábios, deixa mãe e pai esquecerem dos afazeres do dia.
Na hora do almoço: come, suja, enrola, derruba. Mas um triz e a paciência se esvai. Mas a boca lambuzada desconcerta o coração e, quem vê, acaba deixando para lá tanta pressa.
Passa o dia, bate a saudade e a vontade que tudo recomece.
A casa fica bagunçada, os brinquedos espalhados, a janta esquecida e… de novo faz lembrar do cansaço.
Mas, o sorriso no canto da boca e os olhinhos exaustos deixam a certeza: a vida não é mais a mesma.
Agora, no Dia das Crianças, sempre, todo dia é dia de festejar sua existência.
(Texto estraído da revista Kaza Festas)

Mesmo agora, com as filhas já crescidas e casadas, sempre que tenho a satisfação e alegria de tê-las por perto, o mesmo sentimento brota em meu coração: a alegria de ver as minhas eternas crianças festejando a vida, o que me leva sempre a querer festejar com elas.
Obrigada, queridas, por fazerem parte da minha vida!
Obrigada, meu Deus, pela dádiva de poder tê-las como filhas!
………………………………………………………………………………………………………………