Nesta altura do campeonato todos já devem saber que eu vou ser avó, mas eu não poderia deixar de comemorar com vocês, queridos amigos leitores, este momento prá lá de mágico e especial! Iiiuuupiiii!

Minha filha mais velha, a Juliana, está esperando um baby para meados de fevereiro do ano que vem e eu não via a hora de contar a novidade para vocês. Entretanto, eu não poderia tirar este gostinho da futura mamãe, não é mesmo?

Gente, eu não tenho palavras para descrever o turbilhão de emoções que se passa em mim, desde que eu soube da gravidez da minha primogênita. É uma mistura de nostalgia (parece que foi ontem que ela própria era um bebezinho!), de euforia (até que enfim vou ser avó!), de gratidão (por Deus ter me dado esta dádiva), de êxtase (como é bom poder testemunhar o milagre da vida!), de preocupação (será que os constantes enjoos da Ju não vão passar?), de ansiedade (não vejo a hora de pegar o bebê nos braços e dar muito dengo!), de aflição (conseguirei desempenhar bem o meu novo papel?). Ufa! E não pára por aí não! A cada dia que passa, experimento outros tantos!

Só sei dizer que depois desta maravilhosa notícia, nunca mais serei a mesma. Muita coisa mudou dentro de mim – e espero que para melhor! Culpa deste serzinho que cresce a cada dia no ventre da minha filhota, e já é tão amado e querido por todos nós.

Que o nosso Criador proteja bem de pertinho toda esta gestação e que meu netinho (não vejam aí nenhuma predileção de sexo, tá?) cheque a este mundo com muita saúde e disposição. Amém!

{Imagem via Google Images}