Mamães amigas, estou sentindo saudades de compartilhar por aqui um pouco sobre minha jornada na maternagem, desde o post do meu 1º dia das mães. Na verdade, compartilho bastante lá pelo Instagram e Snapchat (siga: inspireblog), pois nós mamães sabemos o quanto ‘praticidade’ é a palavra de ordem, e essas são mídias mais instantâneas. Por isso, eu as uso com mais frequência pra falar do meu dia a dia, porque gasto bem menos tempo nelas do que gasto para editar um post aqui. Mas, prometo que a partir de agora, o Inspire Mom & Kids vai ter muito mais Clarinha também. <3 Tem tanta coisa que estou planejando contar (e mostrar) pra vocês: meu relato de parto, o ensaio de 6 meses da Clara, seus mesversários (sim, tem bolinho todos os meses!), e outros assuntos que surgirem e vocês tiverem interesse em saber. Mas, quero voltar a escrever sobre minha experiência, compartilhando sobre algo que é vida para a mãe e o bebê: o baby sling!

Comecei a usar sling desde as primeiras semanas de vida da Clara. Eu via a minha irmã usando com as crianças e achava o máximo! Então, foi algo bem natural e não o troco por nada! Ele já me salvou quando estava sozinha com a Clara em casa e precisava organizar algumas coisas, já trabalhei escrevendo posts com a Clara no sling, fora o básico de carregá-la agarradinha comigo pra qualquer lugar. Tô dizendo, sling é vida! Você carrega seu bebê e ainda tem as mãos livres pra fazer o que precisa!

baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 2

Tipos de baby sling

Eu uso os 2 tipos: o sling de argolas e o wrap sling (esse da foto). O sling de argolas foi herdado da minha irmã, que o gastou usou muito com Julia e Mateus. Embora ele seja o sling mais prático de todos, eu sentia falta de um que distribuísse o peso da Clarinha para os meus dois ombros/lados. Foi aí que veio a paixão pelo wrap sling.

Eu cismei que queria um, mas queria saber como usar antes. Assim, comecei a ver vídeos no YouTube para aprender essa artimanha. Daí, descobri o uso do wrap pelos vídeos do canal do Ateliê Maternidade Ativa – A.M.A. Os vídeos da Carol do A.M.A são superpertinentes, pois ela demonstra o uso de cada um dos tipos que existem e que ela mesma produz. Ela passa tanta credibilidade e mostra a qualidade e carinho com que ela faz os carregadores, que eu tive que entrar em contato e pedir um wrap sling pra mim! Ela me respondeu prontamente e em menos de 5 dias, já estava perambulando com a Clarinha no wrap. =]

O tipo que escolhi foi o wrap A.M.A fit, perfeito para nosso clima tropical aqui do Rio. Ele tem um tecido dry fit que absorve a transpiração, o que proporciona um conforto térmico. Por isso, ele também pode ser usado na praia e na piscina, pois tem secagem rápida. Eu amei esse tipo de carregador, o tecido, a cor! É muito fácil dobrá-lo e ainda vem numa sacolinha super prática, feita do mesmo tecido, para guardá-lo.

Essas fotos são de nossa primeira viagem com a Clara, no Carnaval. Ela tinha 2 meses e fomos para Campos do Jordão. Foi lá que pedi para Daniel e Wagner fazerem uns cliques apresentáveis de mim usando o wrap sling. Marido e cunhado de blogueira sofrem, kkk. Obrigada pela ajuda sempre, queridos! (Ah, também posso falar aqui sobre nossa experiência de viajar com bebê, se quiserem.)

baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 3

altura de beijinho ♡

baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 4 baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 1baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 5baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 6baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 9baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 8baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 7baby wrap sling carregador bebe inspire mom and kids 10

Ah, a amarração que fiz foi a cruz envolvente! 😉

Fora os vídeos super explicativos da Carol, ela ainda teve uma paciência giga comigo e tirou todas as minhas dúvidas por WhatsApp, Facebook e até pelo Skype, em uma consultoria on line. Ela é do Sul, mas nem por isso foi menos solícita. Além da Carol produzir os slings, ela também é doula e assessora em baby wearing, a arte de bem carregar o bebê. Carol, muito obrigada pelo carinho! Mamães, indico de verdade a Carol – para ajudá-las a se garantirem nas amarrações dos slings – e os slings que ela faz. Eu A-M-E-I o meu wrap sling! Já estou até pensando em aposentar o sling de argolas que a Ju me deu e encomendar um novinho com ela, rs.

Quero aproveitar e compartilhar com vocês 3 regrinhas básicas que ela me ensinou, sobre como carregar corretamente seu bebê em qualquer sling, principalmente o recém-nascido.

3 regras de como usar o sling

♡ Altura de beijinho – se você conseguir beijar o seu bebê com facilidade, ele está numa altura ideal.

♡ Coluna do bebê em C – mantém a postura fisiológica do recém-nascido, sem sobrecarregar sua coluna vertebral.

♡ Pernas formando a letra M, joelhos acima do bumbum – o peso é colocado no lugar correto, aliviando as articulações dos joelhos e quadril.

Para saber mais sobre os tipos de carregadores, as amarrações possíveis, a técnica e todas as vantagens de bem carregar, é só ir no site ou no canal do Ateliê Maternidade Ativa.

Se você aderir, como eu, ao sling, uma dica de ouro: pratique, pratique e pratique! Tenha paciência e não desista. No início, não é fácil aprender a usar e pode ser até que dê vontade de desistir. Mas, com o tempo, você e seu baby não vão querer se desgrudar, é bom demais! ♡

Ateliê Maternidade Ativa
site | instagram | youtube | fanpage

Se quiser reproduzir minhas fotos, fala comigo antes, combinado? 😉